Início / BLOG DA MARATONA
#TimeMaratonadoRio: Macarrão – vilão ou mocinho?
Por Equipe Maratona do Rio 25/10/2017

 

Hoje, 25 de outubro, é comemorado o Dia do Macarrão. Pensando nos apaixonados por corrida que adoram comer uma massa, a nutricionista Roberta Lima fala sobre mitos e verdades desse alimento. Dá uma olhada!

 

“Em épocas onde só se fala de dietas lowcarb, o consumo de macarrão é sempre muito questionado, principalmente por aqueles que praticam atividade física e se preocupam com o desempenho.

Primeiramente é importante saber qual a importância dos carboidratos na alimentação diária de indivíduos que praticam atividade física. Os carboidratos são o combustível preferencial dos músculos durante o exercício, sendo essencial para o desempenho do praticante.

O carboidrato presente no macarrão é o amido, carboidrato de índice glicêmico moderado, que eleva a glicemia de forma gradual, garantindo que não faltará energia durante a atividade física.

Além de boa fonte de carboidrato, o macarrão é um prato fácil e rápido de ser preparado, além de ser bastante versátil. Dependendo dos ingredientes que são adicionados a ele, do molho e da proteína escolhida para acompanhar, ele pode se tornar um prato completo para o praticante de atividade física.

Pasta penne with tomato sauce, fresh basil and roasted tomatoes. Old painted dark plywood background, top view, horizontal composition

Pensando em tornar o macarrão uma opção nutricionalmente completa para quem faz exercícios, é preciso que ele seja feito com molhos leves, como o molho de tomate e o molho de vegetais. A proteína para acompanhar deve ser uma proteína magra como o frango ou peixe, preferindo sempre as preparações assadas, grelhadas, cozidas ou ensopadas.

Procure evitar molhos brancos ou ingredientes que possam lhe causar desconforto, como queijos processados e carnes muito gordurosas (bacon, linguiça, salsicha e etc).

Então, para responder a pergunta feita no início do texto, podemos dizer que ele é um mocinho, pois fornece o substrato principal – carboidratos – para o músculo durante a atividade física, porém, quando consumido em excesso ou com molhos e proteínas gordurosas, ele pode se tornar um vilão.”

 

roberta lima 2Carioca e praticante de corridas de rua, Roberta Lima é a nutricionista da seleção olímpica de judô desde 2003. Esteve na comissão técnica nos Jogos de Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016. Tem vasta experiência com o esporte de alto rendimento e, por isso, foi convidada para integrar o Time de Especialistas da Maratona do Rio.

 

 

HISTÓRIAS EM DESTAQUE

  • 12573844_894850247297514_1440506815754084506_n Samuel Bortolin -   Permita-me contar meu motivo de entrar no esporte. Nasci prematuro, de parto de gêmeos. Meu irmãozinho veio a falecer alguns dias depois. […]
  • historia_photo_FCH17MMF04992.jpg Cristiane Brito -   A melhor prova da minha vida! Concluí minha 2a Maratona sendo esta no RIO. Fomos com o grupo de corrida em 20 […]
  • 2017-10-03-at-08.35.141-1 Daniele Cidronio -   Vou contar a história da minha esposa Daniele Cidrônio, que começou a correr em 2013 fazendo curtas distâncias na cidade de Manaus. […]

PARTICIPE

Já fez sua inscrição para as provas da Maratona do Rio 2018?

VIVA HISTÓRIAS PRA CONTAR

Clique abaixo e compartilhe o seu amor pela corrida e pela Maratona do Rio. Conte sua história pra gente.

DESAFIO CIDADE MARAVILHOSA

Mostre que é Maratona do Rio e complete 21K + 42K.